Postagens

Sobre vulnerabilidade...

Imagem
Olá, pessoal!!!

Tudo bem por aí?

Hoje eu vim conversar com vocês sobre VULNERABILIDADE, que é este estado inerente a todos nós, de fragilidade, de estarmos suscetíveis aos incômodos, desconfortos e desafios da vida. A nossa mente física vive a serviço do nosso ego, que quer sempre nos proteger das dores do cotidiano, reproduzindo padrões de comportamentos de defesa. Por isso, muitas vezes, esse tal do ego não nos permite mostrar a nossa natureza de seres vulneráveis, porque fazer isso seria admitir para nós mesmos, para o sistema de crenças no qual estamos mergulhados, para os outros, as nossas fragilidades, medos, incertezas, inseguranças... Contudo, há uma tendência perversa neste jogo do ego: quando nos escondemos atrás de uma máscara de super-heróis, camuflamos nossas VULNERABILIDADES e, desse modo, retiramos de nós mesmos a possibilidade de nos enxergarmos e de, com isso, crescer. Quando olhamos para nosso interior, e percebemos nossas dores, fraquezas e incômodos, damos a nós me…

7 dias para o Despertar

Imagem
Oiê!

Tudo bem aí?


Você deve estar acompanhando aí o desafio para o Despertar, não é? Se ainda não está, sugiro que comece por este vídeo aqui: 
https://youtu.be/L0jd2-w2beQ Tem sido muito prazeroso e gratificante para mim gravar esses vídeos para você. Quando eu comecei a fazer o desafio, após ler o e-book da Flávia Melissa, fez tanto sentido na minha vida, logo de cara, que eu senti que devia passar pra frente.  Eu tenho conversado com algumas pessoas, nas minhas palestras, sobre a ideia de que todos nós, ou boa parte de nós, já sabe O QUE fazer para sermos melhores, mais felizes, para viver mais em paz. O que nós ainda não sabemos é COMO fazer isso.  Precisamos, na verdade, de mais estratégias, exercícios e ferramentas que nos auxiliem a colocar em prática na nossa vida cotidiana tudo o que já fazemos. Nessa perspectiva, ler o livro da Flávia me ajudou muito, pois são dicas práticas, pequenos desafios diários, que nos ajudam no processo de tomada de consciência de nossas posturas e do…

Por uma corrente do bem...

Imagem
Por uma corrente do bem… Roberta Melo*
Muito se tem falado sobre as crises políticas, financeiras, sociais e até mesmo morais que se alastram pelos quatro cantos do orbe. Noticiários alimentam-se das tragédias e desgraças que ocorrem diariamente e, concomitantemente, alimentam as casas da grande massa que decide ligar suas televisões, a fim de relembrar o quanto tudo, segundo a mídia, está ruim, falho, amoral e decadente… Divulgar e se nutrir desse tipo de informação, no entanto, será sempre uma questão de escolha. Há muitas instituições, Organizações não-Governamentais, comunidades, ou até mesmo iniciativas particulares de um ou outro cidadão, aqui e ali, buscando, com seus próprios meios e apesar das circunstâncias, simplesmente fazer o bem. São instâncias sociais que não procuram lucro ou qualquer outro tipo de vantagem material, mas que têm, outrossim, objetivos muito pontuais para a promoção da comunidade onde estão inseridas. E nós, telespectadores, podemos redirecionar o poder d…

Eta, confusão!!!

Imagem
Olá, pessoal!
Tudo bem por aí?

Eta, confusão!!!

Já repararam que não passamos quase nenhum dia sem desafios a vencer? Todo dia tem uma confusão, um arranca-rabo, um disse-me-disse... Às vezes (ou todas as vezes), a gente acha que não vai dar conta, que vai explodir, que não vai superar ou suportar... 
A mente, que não para de tagarelar, sempre falando dentro de nossa cabeça: "Como é que isso foi acontecer comigo?" "Será que Deus se esqueceu de mim?" "E se acontecer algo de novo?" E etc... etc... etc...
É aí então que entra o nosso coração e a capacidade imensa, inata, natural, que ele tem de acolher tudo o que há. Quando a gente pensa que não vai conseguir, que vai chutar o balde de tudo, aí então é que ele entra em cena... E o coração é um músculo forte e acolhedor... Ele suporta, ele passa pela situação, e acolhe...
Basta a gente olhar pra trás e lembrar tudo que já vivemos. Quando estávamos lá, no olho do furacão, pensávamos que não ia passar, que toda…

Agenda novembro

Imagem
Olá, pessoal, tudo bem por aí?

Segue agenda de novembro. Se você estiver pertinho, vai lá se encontrar com a gente!

Gratidão, Roberta e Flávio.
05/11/2017 - 8 horas Centro Espírita Paschoal Comanducci - BH Tema: O poder da gratidão Palestrante: Flávio Anselmo
07/11/2017 - 20 horas Centro Espírita Allan Kardec - BH Tema: Parábola dos credores e dos devedores Palestrante: Roberta Melo
11/11/2017 - 19 horas Grupo Espírita Amália Domingo Soler - Santa Luzia Tema: Quem preenche os seus vazios? Palestrante: Roberta Melo
16/11/2017 - 20 horas Grupo Espírita Francisco de Assis - Contagem Tema: Quem preenche os seus vazios? Palestrante: Roberta Melo
18/11/2017 - 19 horas Fraternidade Espírita Meimei - Nova Lima Tema: Paz interior Palestrante: Roberta Melo
22/11/2017 - 20 horas Casa Caridade - Vespasiano Tema: Lei de atração Palestrante: Roberta Melo
26/11/2017 - 9:30 horas Sociedade Espírita Bezerra de Menezes - Lagoa Santa Tema: Lei de atração Palestrante: Roberta Melo
30/11/2017 - 20 horas G…

A arte da paciência

Imagem
Olá, pessoal!
Tudo bem por aí?
Hoje estivemos em Lagoa Santa para falar sobre a arte da paciência. E é mesmo uma arte não é? É engenhoso, desafiador, mas é possível. Se eu pudesse resumir a palestra em uma ideia, para deixar aqui para vocês refletirem, seria essa:
"Perder a paciência, em suma, é acreditar na minha mente, que diz que as coisas 'deveriam' ser de um jeito, mas foram de outro." Ser paciente então, é um exercício de humildade, na compreensão de que nem tudo é do nosso jeito.
Abaixo vai o link do vídeo que gravamos depois da palestra.
Pense sobre isso!
Gratidão! Roberta Melo
https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=_7TGigoSpxs






Dia dos professores!

Imagem
Sou professora há 18 anos. Já dei aulas para bebês, crianças pequenas, grandes, pré-adolescentes, adolescentes, jovens e adultos, idosos, universitários... Já dei aulas para negros, brancos, indígenas, descendentes de orientais... Já dei aulas para héteros, gays, lésbicas e indecisos... Já dei aulas para católicos, espíritas, protestantes, judeus, ateus e à tôas... Já dei aulas para chatos, legais, paranóicos, medrosos, ousados e toda essa pluralidade de personalidades  que existe por aí. E já estudei tanto... Nossa, como estudei... E sigo estudando... Já ouvi as meias verdades de meio mundo de professores e formadores... São meias as verdades porque ninguém as tem por completo. Nem eu. Nem vc. E, no mundo atual, depois de ver tanta riqueza de diferença passando nas minhas mãos, eu me comovo ao ver o ser humano tão pequeno e medíocre, brigando por cor de pele, religião, condição sexual, política, penteado do cabelo, jogo de purrinha... A intolerância está gritante. E estamos perdendo…