Postagens

Imagem
Olá, pessoal!

Ontem o Conhecer e Despertar marcou presença na festa da família da  Escola Municipal Dona Quita, em Santa Luzia, para conversar um pouco sobre as dificuldades de educar nossas crianças e adolescentes na sociedade contemporânea.  Foi um momento rico em trocas de conhecimento e em reencontros. Muita Gratidão! \o/

A EDUCAÇÃO INFANTIL E A FÍSICA QUÂNTICA: INTERSEÇÕES

Imagem
Roberta Melo*[1]
Ao escrever este artigo, nosso objetivo é introduzir os educadores da infância no universo da Física Quântica, construindo possíveis diálogos entre esta área da “Nova Ciência” com a prática cotidiana da Educação Infantil, na sua busca de formação do indivíduo em sua integralidade. Através da observação das demandas, angústias e anseios do professor da criança pequena, pensamos na possível implementação de uma Educação Quântica, que ofereceria ao professor meios para criar práticas significativas para a formação integral das crianças, bem como para a própria formação.
Mas então: o que vem a ser a Física Quântica?
“Sim, estamos criando o nosso mundo a cada instante só que de maneira inconsciente, aleatória. A proposta maior da abordagem quântica é trazer este nosso poder à consciência, assumirmos o controle e a responsabilidade por aquilo que manifestamos.” (WOLNEY, 2017).
A Física Quântica é uma área da chamada física moderna que estuda todos os fenômenos que acontecem com…

É preciso fechar algumas caixas!

Durante a vida somos convidados a começar e recomeçar, sempre. Desde a nossa infância somos acostumados a isso: concluir uma série e iniciar outra. Vamos nos tornando adultos e isso continua, cada vez mais forte: são relacionamentos que precisamos terminar, empregos dos quais precisamos nos desligar, e assim segue a vida.

Acontece que, quando crianças, isso chega a ser estimulante! A criança acha incrível iniciar o ano em uma nova turma, com uma nova professora e tudo isso é uma festa. Permanecer no mesmo lugar se torna um tédio. Durante a minha infância mudei várias vezes, de casa e de cidade – cheguei a me mudar duas vezes no mesmo ano. E eu vibrava de alegria quando chegava em uma casa nova, por mais simplesinha que fosse, apenas pelo fato de ser nova para mim.
E parece que, com o tempo, isso passa a "doer". Nem sempre nós conseguimos encerrar esses ciclos, principalmente quando nos apegamos a eles. Romper um relacionamento pode ser muito doloroso, mesmo que não esteja mais…

De volta na estrada

Imagem
Olá, pessoal!
Tudo bem por aí?
Bem... Depois de um período (merecido) de férias, vamos retomar nossas andanças. Em 2018, além de atender às demandas dos temas que algumas instituições solicitam, vamos seguir trabalhando o nosso foco de 2017, que é conhecer o funcionamento da nossa mente física para o despertar de uma nova consciência.
Vamos juntos?
Segue agenda de janeiro/fevereiro:
26/01 - sexta-feira Fraternidade Espírita Mãos de Luz Lagoa Santa - MG 20 horas Tema: "A mente física e ser quem você é" Palestrante:Roberta Melo
28/01 - domingo Grupo Espírita Irmão Glacus Betim - MG 19 horas Tema: "Consciência Espírita em tempos de transição" Palestrante: Roberta Melo
04/02 - domingo Sociedade Espírita Bezerra de Menezes Lagoa Santa - MG 9:30 horas Tema: "Lei de atração" Palestrante: Roberta Melo
05/02 - segunda-feira Centro Espírita São Miguel BH - MG 20 horas  Tema: "As mulheres no Evangelho" Palestrante: Roberta Melo
17/02 - sábado Grupo Espíri…

Sobre vulnerabilidade...

Imagem
Olá, pessoal!!!

Tudo bem por aí?

Hoje eu vim conversar com vocês sobre VULNERABILIDADE, que é este estado inerente a todos nós, de fragilidade, de estarmos suscetíveis aos incômodos, desconfortos e desafios da vida. A nossa mente física vive a serviço do nosso ego, que quer sempre nos proteger das dores do cotidiano, reproduzindo padrões de comportamentos de defesa. Por isso, muitas vezes, esse tal do ego não nos permite mostrar a nossa natureza de seres vulneráveis, porque fazer isso seria admitir para nós mesmos, para o sistema de crenças no qual estamos mergulhados, para os outros, as nossas fragilidades, medos, incertezas, inseguranças... Contudo, há uma tendência perversa neste jogo do ego: quando nos escondemos atrás de uma máscara de super-heróis, camuflamos nossas VULNERABILIDADES e, desse modo, retiramos de nós mesmos a possibilidade de nos enxergarmos e de, com isso, crescer. Quando olhamos para nosso interior, e percebemos nossas dores, fraquezas e incômodos, damos a nós me…

7 dias para o Despertar

Imagem
Oiê!

Tudo bem aí?


Você deve estar acompanhando aí o desafio para o Despertar, não é? Se ainda não está, sugiro que comece por este vídeo aqui: 
https://youtu.be/L0jd2-w2beQ Tem sido muito prazeroso e gratificante para mim gravar esses vídeos para você. Quando eu comecei a fazer o desafio, após ler o e-book da Flávia Melissa, fez tanto sentido na minha vida, logo de cara, que eu senti que devia passar pra frente.  Eu tenho conversado com algumas pessoas, nas minhas palestras, sobre a ideia de que todos nós, ou boa parte de nós, já sabe O QUE fazer para sermos melhores, mais felizes, para viver mais em paz. O que nós ainda não sabemos é COMO fazer isso.  Precisamos, na verdade, de mais estratégias, exercícios e ferramentas que nos auxiliem a colocar em prática na nossa vida cotidiana tudo o que já fazemos. Nessa perspectiva, ler o livro da Flávia me ajudou muito, pois são dicas práticas, pequenos desafios diários, que nos ajudam no processo de tomada de consciência de nossas posturas e do…

Por uma corrente do bem...

Imagem
Por uma corrente do bem… Roberta Melo*
Muito se tem falado sobre as crises políticas, financeiras, sociais e até mesmo morais que se alastram pelos quatro cantos do orbe. Noticiários alimentam-se das tragédias e desgraças que ocorrem diariamente e, concomitantemente, alimentam as casas da grande massa que decide ligar suas televisões, a fim de relembrar o quanto tudo, segundo a mídia, está ruim, falho, amoral e decadente… Divulgar e se nutrir desse tipo de informação, no entanto, será sempre uma questão de escolha. Há muitas instituições, Organizações não-Governamentais, comunidades, ou até mesmo iniciativas particulares de um ou outro cidadão, aqui e ali, buscando, com seus próprios meios e apesar das circunstâncias, simplesmente fazer o bem. São instâncias sociais que não procuram lucro ou qualquer outro tipo de vantagem material, mas que têm, outrossim, objetivos muito pontuais para a promoção da comunidade onde estão inseridas. E nós, telespectadores, podemos redirecionar o poder d…